sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Por Michelinha

Vivemos em busca de projeções e sonhos. Conquistar o que nós julgamos que vai nos fazer feliz é o maior objetivo. Mas não vamos nos esquecer de agradecer sempre por nós termos a oportunidade de batalhar por nossos ideais com saúde. Se você além de alcançar o que deseja quer ajudar o próximo a conseguir também, comece sendo um doador de medula óssea. Como?

*Para se tornar um doador de medula óssea e ter a chance de salvar uma vida, o individuo deve ir ao Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc), e preencher um formulário de cadastramento.

Os requisitos básicos para alguém poder fazer o cadastramento é ter entre 18 e 55 anos e estar com boa saúde, sem estar fazendo algum tipo de tratamento médico. Os candidatos a doadores preenchem o formulário com dados pessoais e depois, é coleta uma amostra de 5ml de sangue. Essa amostra é levada para laboratório onde serão determinadas suas características genéticas.

Quando todos os dados do doador forem conhecidos (dados pessoais e características do sangue), serão armazenados no REDOME. Quando alguém estiver precisando de uma medula sadia e não conseguir encontrar alguém compatível na própria família, o REDOME é consultado e os dados de todos os doadores cadastrados são analisados. Assim pode se encontrar com mais facilidade e rapidez um doador. Vale ressaltar que o cadastrado, quando convidado a fazer a doação, passa por mais exames para atestar sua saúde e garantir o sucesso do transplante.*

Seja você também um doador voluntário!

2 comentários:

  1. Muito legal essa matéria1 adoro o blog to sempre por aki!
    BjuS!
    Michele.

    ResponderExcluir